quarta-feira, 8 de abril de 2015

Tatuagem na gravidez

Quando se esta grávida, as amantes das tatuagens pensam logo em fazer uma homenagem aos seus filhotes, contudo, tatuadores se recusam a fazer tatuagens em mulheres grávidas,  mas você sabe o por quê?

“São vários os fatores apontados pelos especialistas para sustentar o veto às tatuagens na gravidez: 

- Perigo de pegar doenças se o material não for esterilizado ou descartável. O risco maior é o de ser contaminada com vírus como os que causam a hepatite B e a hepatite C, além do HIV, que provoca a Aids. Essas doenças podem passar para o bebê. 

- Não se sabe se as tintas usadas na tatuagem podem afetar o bebê de alguma forma, por isso é melhor não arriscar. 
- Como o sistema imunológico da grávida não é tão eficiente, há maior perigo de infecções no local da tatuagem. 
- A pele da gestante está diferente devido aos hormônios, portanto existe a possibilidade de o desenho da tatuagem mudar de aspecto quando a pele voltar ao normal, após a gravidez. Dependendo do lugar, a pele estica, e podem surgir estrias que estraguem o desenho, o que exigiria retoques depois. “ (trecho retirado do BabyCenter, texto completo no link aqui)


Se você já tem um estúdio ou tatuador de confiança, o risco de pegar algum tipo de doença é mínimo, contudo, leve em consideração que seu corpo está muito mais sensível agora, além do que, seu bebê pode ser alérgico a alguma cor de pigmento e você não sabe.

“Não, a gestante não pode fazer tatuagem.Segundo o obstetra Eduardo Cordioli, Presidente da Comissão de Urgências em Obstetrícia da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), durante a gravidez a cicatrização está exacerbada e o resultado estético da tatuagem pode não ser o esperado. Podem surgir quelóides e os melanócitos, células que dão pigmentos para a pele, não atuam como de habitual.” (trecho retirado do site Ig, link aqui)


Estou com algumas tattoos inacabadas pois tive que adiar suas finalizações assim que descobri que estava grávida.  Engraçado é que uma tattoo pequena que fiz (entre os seios) 02 meses antes de engravidar e estava lisinha e cicatrizada resolveu aparecer queloide em um traço logo depois que engravidei.  O medico falou que era normal dos hormônios da gravidez e que talvez, por ela ter sido feita antes da gravidez, aquele pequeno traço volte ao normal depois.
Pela saúde e bem estar do meu bebê estou segurando minha ansiedade de terminar minhas tattoos e fazer novas em sua homenagem! Tattoos novas agora só depois que ele nascer e parar de amamentar! 

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Little Rock

Você ai mamãe rock and roll já comprou roupinhas fofas e estilosas para seu bebê?  Ando pesquisando e namorando algumas lojas onllines enquanto não descubro o sexo do meu bebê.


Uma dessas lojas é a Little Rock, que vende roupas lindas para bebês rock and roll. Na loja você pode encontrar  tapa fraldas, bodies, body vestido para meninas, macacões, jardineiras, vestidos e saias.  A Little Rock também possue em seu estoque canecas, livros, cd’s, chupetas, bolsas, porta trecos, calçados, babadores, tudo pensando única e exclusivamente em um bebê de personalidade que certamente irá arrasar com seus looks. Confere ai: 





Um ponto negativo da loja é só a falta de variedade nas opções de bandas estampadas nas roupinhas. Você irá encontrar bandas populares, daquelas que é bem fácil encontrar camisetas para adultos, entende? Contudo, vale a pena dá uma olhada na loja. Eu irei comprar lá assim que descobri o sexo do meu bebê e ai volto aqui para falar sobre a entrega e a qualidade dos produtos.

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Mamãe rock and roll

logo do site http://therockandrollmom.com/
Sempre achei a gravidez algo lindo, mágico. Quem me conhece sabe que sempre sonhei com a maternidade, no momento certo é claro e ficava babando com as fotos de lindas grávidas tatuadas que encontrava pela internet.

    Mas só depois de estar grávida, percebi que, pelo menos aqui no Brasil, toda grávida é “obrigada” a usar vestidos longos e floridos! Oi? Como assim? Quem foi o, com perdão da palavra, filho da puta, que inventou que para estar grávida devemos usar isso?
   Estou entrando no 5º mês da gravidez e alguns shorts já não fecham na barriga, as calças jeans machucam a barriga e só as leggings funcionam bem. O que tem me salvado são meus vestidos (AMO VESTIDOS),  em sua grande maioria são de cores escuras e curtos. Vestidos me fazem bem, a barriga fica marcada e eu adoro!!  Graças a Deus, muitos deles esticam e talvez dê para usar bastante ainda na gravidez, mas como toda boa grávida, fui as compras e voltei frustrada e com 02 vestidos longos e estampados. Um deles, nem sei porque eu comprei, não é nada a minha cara.
   Apesar dos vestidos, sinto falta de usar shorts e comprar um número maior que meu manequim também não funcionou porque ficou folgado demais nas pernas. Procurei lojas na internet, mas também não obtive um bom resultado.  A solução será usar a criatividade, sem perder o estilo, para montar looks  que fujam somente do uso de vestidos sempre longos na gravidez. Para inspirar busquei  mamães estilosas na net...



 

Os looks  abaixo encontrei no site Mama San Maternity, mas não sei se eles entregam no Brasil.


Você conhece algum site que venda roupas legais para gestantes? Deixa o link aqui nos comentários! 

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Hello 2015!

Um ano sem aparecer por aqui...
2014 foi um ano de mudanças, pensei em excluir o blog, em fazer algo novo, mas definitivamente não sabia como seria esse “algo novo”. Eu e meu esposo estávamos em uma fase mais madura de nossas vidas, abandonamos nossos empregos para montar o nosso próprio negocio e depois de 08 anos juntos, queríamos aumentar a família, ter um bebê.
A ansiedade estava nos atrapalhando... Ganhei um novo membro para a família, um dachshund (famoso cachorro salsicha) que chamamos de Kratos e no mês seguinte descobrimos que íamos ter um bebê.  Êbaaaa!!!! Agora nossa família está enorme, somos 05:  Eu, meu esposo, nosso bebê (que ainda está na barriga) e nossos 02 filhotes caninos: Kratos e a Bel (nossa filha mais velha da raça beagle que já tem 07 anos). Estamos radiantes com tanto AMOR unido em um único AP.

Depois que me descobri mãe, algo mudou em mim e senti uma necessidade maior de muitas vezes expor o que estou sentindo, compartilhar experiências da gestação com outras mulheres e pedir conselhos também. Um aplicativo chamado BabyCenter (gravidez) tem me ajudado com algumas mudanças da gravidez, mas ainda sou do tipo que prefiro conversar com gente, mesmo que virtualmente, do que com aplicativos. rsrsrsrs
Ainda bem que não exclui o blog, pois agora na minha nova fase, posso dar uma cara nova a ele. Vai ser legal continuar e lá na frente eu poder comparar o antes e o depois do meu bebê!
Se você não curte bebês, crianças e todas essas coisas de família, sinto muito, o blog agora é outro!