quarta-feira, 26 de maio de 2010

Protetor solar


Tenho a pele muito clara e moro numa cidade com sol escaldante, que raramente chove. Devido a isso, dermatologistas e amigos  já me advertiram sobre câncer de pele varias vezes, mas eu não consigo usar protetor solar todos os dias devido ao “grudezinho” mesmo que mínimo em alguns e o cheirinho estranho, mesmo que fraco.
Tentei um protetor da Sun, da Nivia, Avon ate parar no da Boticário que mal sentia na pele, só que o tubinho pequeno que durava uma semana era R$50,00, ai mudei para o  protetor 50 da Sundown, o que uso ate hoje, ele tem “cheiro de praia”, aquele cheiro típico de protetor solar, só que mais fraquinho.
Mas eu não consigo ainda utilizar ele todos os dias e o resultado disso, é uma pele meio machucada nos braços e manchas no rosto.
Alguem me ajude...
Será que existe algum protetor solar acessível e sem o bendito cheiro de protetor e aquele grudezinho chato??? 


Estou FELIZ!


Todos já devem ter ouvido falar nessa frase clichê Nunca desista de seus sonhos, não é mesmo?
Mas nunca damos muita importância ao ouvi la, principalmente se nossas portas são fechas inúmeras vezes.
Porem, mesmo com inúmeras portas fechadas, alguém nunca desistiu de um sonho meu, meu noivo Murilo, ele sempre lutou comigo por tudo que eu sempre quis na vida, ele sempre foi a minha base e acredito que sempre será por tudo que ele faz comigo.
Essa semana ele me fez um proposta nada indecente que me deixou radiante...
Ainda não posso contar para todo mundo, só ele, eu e mais três pessoas sabem do acontecimento, mas finalmente poderei continuar esse meu sonho que estava meio parado no passado.... Aguardem!
Só posso dizer um coisa.... ESTOU MUITO FELIZ!

Imagem: Madalena Lôbo

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Frase do dia

"Os olhos são os intérpretes do coração, mas só os interessados entendem essa linguagem".



terça-feira, 18 de maio de 2010

Ah essa tal mídia...

É engraçado como as coisas acontecem na mídia. ‘Um dia alguém acorda, põem uma roupa diferente e fica famoso. Ou briga com a namorado (a) na rua é filmado(a) e ta na mídia.’ (risos).


De certo modo é espantoso esse poder que a mídia possuí de transformar pessoas que não fazem nada pela sociedade, nem são pessoas famosas ou influentes em ‘celebridades instantâneas’.

Os artistas estão na mídia o tempo todo pelos ossos do oficio, os políticos estão na mídia por causa dos seus acertos e erros no seu trabalho, e os ‘exs’ estão na mídia por que motivo?

É ex- BBB, ex marido (esposa), namorado (a) de fulano de tal, ex isso, ex aquilo e ainda surge uma nova modalidade ex-Uniban (Geisy Arruda, a moça que foi expulsa por alunos da faculdade Uniban por usar um vestido rosa curto).

Um dia alguém acorda celebridade por qualquer besteira nova que faça, mas no dia seguinte a mesma mídia que deu ibope esquece da existência dessa pessoa. E o que ela vai fazer de sua vida já que não poderá mais ganhar dinheiro e fama em cima do seu titulo de ‘ex’??
Resposta? ...




 Imagem: google

Museu Casa do Sertão expõe acervo de Monsenhor Galvão

Escritos, anotações, recortes de jornais, cópias de documentos e livros compõem a exposição “Monsenhor Galvão: na trilha da história” que retrata parte da trajetória de pesquisador do ex-professor e vice-reitor da Uefs. Galvão foi um dos principais pesquisadores responsáveis pela coleta e reunião de fontes e informações sobre a história de Feira de Santana e região.
   A exposição foi montada a partir do acervo pessoal, composto principalmente de manuscritos do referido sacerdote, doado pela família, em 2008, material ainda desconhecido do público pesquisador. Os itens da exposição revelam o trabalho de Monsenhor Galvão como pesquisador assíduo de arquivos paroquiais, públicos e acervos particulares.
A exposição ficará em exibição até o fim de julho na Sala Dival Pitombo no Museu Casa do Sertão, campus da Uefs. O horário da visitação é das 8 às 11h45 e das 14 as 17h45. Informações pelos telefones (75) 3224-8099 e 3224-8029.

Fonte: UEFS

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Madrastas...


Todos tacham as madrastas de pessoas más, que muitas vezes destruíram o relacionamento de alguém, “roubando” assim o pai de uma família.  Mas ninguém nunca se pôs no lugar delas, para saberem o quão difícil deve ser suas vidas e que nem sempre elas “roubaram” os homens de outras mulheres, mas que os parceiros poderiam ter sido uns cafajestes ou as mulheres umas safadas.
Uma madrasta tem que lutar pela atenção do seu parceiro e dos seus enteados, enquanto poderiam estar tendo uma relação com um homem solteiro e assim lutar somente por uma atenção, a do seu parceiro.
Mas mesmo assim, com toda a luta pela conquista que elas tem, ninguém se põem ao seu lado, pelo contrario, se uma dia ela chora sem saber o que fazer todos caem em cima dela e pensam que existem mulheres mais maduras para esse tipo de relação.
Só que tudo para o homem é sempre mais fácil. Se eles se casam com uma mulher que já tem filhos, quem toma conta dos filhos dela é ela mesma, ele só faz o papel de homem ali ao lado, o padrasto presente em fotografias, que exige que a mulher tenha tempo para ele. E quando o homem possui filhos também é a madrasta que toma conta da criança enquanto ele bebe, sai com amigos ou fazem qualquer outro tipo de coisa, sem pensar que elas querem um tempo com seus parceiros.
Acho que ao invés dessas mulheres serem tachadas de MÁdratas elas deveriam ser tachadas de BOAdrastas porque muitas vezes abdicam de tudo em busca da felicidade.

Achei um manual da madrasta na internet, segue em baixo:

“Manual prático da madrasta
A seguir, confira as dicas das especialistas para enfrentar a rejeição e assumir o papel de nova esposa do pai sem precisar bancar a substituta da mãe ou a melhor amiga dos enteados:

- Não fale mal da mãe na frente da criança. Mesmo que a relação com a ex-mulher não seja boa, contenha-se. A criança é sempre fiel aos pais
- Não seja a boazinha de plantão. Como todo mundo, você pode ser chata em alguns momentos e legal em outros

- Não estimule provocações. Se a criança diz que a comida da mãe é melhor do que a sua, não crie atrito e mostre-se interessada no que ela tem a dizer, isso a fará se sentir querida por você ou ao menos, ela irá perceber que você não está ali para causar confusão. Não tome isso como uma ofensa pessoal, pois a rebeldia é contra a situação, não só contra você

- Ciúmes entre filhos (as) com pai ou mãe é muito natural. A ideia é não entrar no embate e na disputa de atenção. Quanto maior for sua receptividade, mais facilmente você conseguirá seu espaço.

- Conquiste seu espaço. É importante que cada par - pai e filho, madrasta e enteado ou o casal - tenha seus momentos a sós para fortalecer vínculos e evitar ciúme

- Se você tem uma relação amistosa com a mãe da crianças, vá à festinha da escola, participe de cada fase da vida dos enteados e demonstre carinho, pois essas são sempre excelentes atitudes a serem tomadas para viver sem crises. Caso o relacionamento entre vocês seja muito harmonioso, participe de uma mneira que não invada o espaço da mãe biológica. Que tal uma festinha surpresa em casa. só entre vocês?

- Jamais bata na criança. Mesmo que os pais usem esse recurso, as crianças e a sociedade não têm a mesma capacidade de entender essa atitude quando parte da madrasta.” (Fonte http://www.minhavida.com.br/conteudo/5565-Madrasta-sofre-menos-quando-assume-seu-papel.htm)


 Imagem: google

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Medicina comprova benefícios do sexo para a saúde

"Todo mundo riu esta semana quando o ministro da Saúde receitou sexo cinco vezes por semana para ajudar a prevenir contra os perigos da hipertensão. Você vai ver agora que sexo - feito regularmente - é um santo remédio.

Afinal, até que ponto fazer sexo ajuda no controle da hipertensão?

“Na verdade, o sexo ajuda a diminuir o grau de ansiedade, que está profundamente ligada à pressão arterial, assim como o peso corporal”, explica o cardiologista Carlos Scherr". (Fantastico/02/05/2010)

Ta ai uma materia legal para casais que fazem sexo.

sábado, 1 de maio de 2010

Esse tal sentimento chamado Ciúme!


O pior sentimento que uma pessoa pode sentir chama-se ciúmes.

Seja de um amor, da família, dos amigos, ou de qualquer outra pessoa. O ciúme é um sentimento horrível que só faz machucar aos poucos e deixa a pessoa cada dia mais fraca e emocionalmente abalada.

Algumas pessoas possuem parceiros fieis e elas sabem disso, mas mesmo confiando neles, nos seus parceiros, elas sentem uma pitada de ciúmes.

Mas por que será que o ser humano é movido por esse sentimento tão ruim?

Talvez seja pela “miopia” do outro que não quer enxergar as coisas que fazem o “ciumento” nutrir esse sentimento e tentar ajudá-lo. Outras vezes o problema esta no próprio “ciumento” que fantasia coisas alem do limite e sustenta esse sofrimento.

 Uma solução para isso?  Pode ser, sempre ambos os lados estarem conversando para se entenderem.

 

1 coisa que desperta ciúme nas mulheres:
 “Mulheres à solta. Já tínhamos referido as mulheres que sozinhas, em grupos de três ou em multidão, são o maior inimigo de qualquer mulher ciumenta, cujo maior medo é perdê-lo para outra. E os ciúmes nesse campo podem dever-se a qualquer coisa (inocente ou nem tanto), uma vez que as mulheres não suportam que o seu parceiro olhe, fale, ajude, comente ou toque outra mulher que não ela”. (fonte: http://ciumes.com/)
1 coisa que desperta ciúme nos homens:
“Atenção masculina. Os homens adoram apreciar mulheres, mas odeiam quando eles apreciam a sua! O lado ciumento de qualquer homem vai fazer-se notar se ele observar que algum “macho latino” está a mandar olhares, a tentar flirtar, a conversar há já muito tempo ou a chegar-se mais do que devia à sua mulher. Então se ela estiver vestida para matar, cuidado que pode haver cena de ciúmes…” (fonte: http://ciumes.com/)
"Atitudes que podem ajudar no controle do ciúme: - Admitir que não está conseguindo ter controle sobre suas emoções - Buscar ajuda de uma opinião imparcial no relacionamento, geralmente uma ajuda profissional - Manter o diálogo sempre presente na relação - Ter a capacidade de se colocar no lugar do outro - Respeitar os sentimentos e as diferenças do outro - Ter auto-estima e não depender de uma outra pessoa para ter sua própria felicidade - Ter a confiança como base de um relacionamento"
 Imagens: retiradas do google